O tornar-se adolescente através do Rorschach

header-avaliacao-v2

 

Este livro que agora é tornado público reflete um longo caminho de investigação que se iniciou no final da minha Licenciatura, teve continuidade durante o Mestrado e foi mais amplamente desenvolvido na realização do meu Doutoramento. Este livro é composto por duas partes: A primeira é dedicada a Adolescência e a segunda ao Rorschach.

Na primeira parte e num primeiro momento senti a necessidade de recorrer a um conjunto de construções teóricas e de modelos que me são familiares para pensar a minha prática clínica diária e de os (re)criar construindo um modelo teórico que me permitisse pensar de uma forma ampla, o mais possível sem preconceções o desenvolvimento adolescente. Assim, nasce o tornar-se adolescente que é um desfio às lógicas mais habituais saturadas de estereótipos e de designações psicopatológicas.

Desafio ainda maior foi o de constituir organizadores psíquicos, que permitissem aceder para descrever e para melhor compreender as transformações psíquicas do Eu e do Outro durante o processo de desenvolvimento adolescente. Podiam ser outras, mas escolhi a techne e o campo, dois conceitos teóricos de dois autores consagrados dentro da literatura de referência para a psicologia clínica, através dos quais foi possível, por um lado, com a techne revelar os processos criativos de construção e por outro lado, com o campo dar conta de toda a dinâmica relacional envolvida no processo construtivo. Mas, como a adolescência se constrói com avanços e recuos, por contraponto a techne também pode dar conta da impossibilidade de aceder à criatividade e o campo a impossibilidade de gerar uma co-construção, explicitando as lógicas de fechamento e de retraimento tão familiares a todos nós e tão bem descritas na literatura, nomeadamente nas palavras do poeta Jorge de Sena que acompanha toda a obra.

No momento seguinte, na segunda parte, vi-me esmagada pela teoria Rorschach!

A escola francesa encontra-se muito formatada dentro da lógica da classificação e em Portugal existem poucos trabalhos desenvolvidos sobre o Método Rorschach.

Assim, deparei-me com uma dupla tarefa: a de pensar estes meus organizadores a techne e o campo para os elementos formais da cotação, não esquecendo o Método Rorschach e a riqueza dos processos psíquicos a que através dele podemos aceder.

Para ocultar a identidade dos adolescentes que aceitaram participar neste trabalho escolhi nomes de Deuses da Mitologia Grega, mas acima de tudo a mitologia foi o lugar de inspiração para pensar as várias questões presentes na adolescência, desde da riqueza do seu simbolismo, ao pluralismo de significados, às inúmeras transformações internas e externas que se encontram a decorrer, onde uma das mais visíveis é a do corpo; aos fortes contrastes e consequentemente à necessidade de os integrar, num Eu que está ainda em construção, sempre na relação com os Outros.

É de toda análise que surge uma sistematização das transformações psíquicas que tem lugar durante o processo de desenvolvimento adolescente, aos 13 anos, aos 16 anos e no processo que tem lugar entre o primeiro e o segundo momento do tornar-se. Não me quero estender mais e acima de tudo quero manter a curiosidade sobre estas transformações para que cada um ao ler o livro se possa identificar e rever nas mesmas, que aqui foram descritas para a adolescência mas que estão presentes na vida de cada um de nós, no adolescente que um dia já fomos e na capacidade ou não de transformar para (re)criar e construir.

Termino referindo apenas que este livro para além de se constituir como uma grande realização pessoal é a sistematização de um trabalho inovador nesta área, porque praticamente não existem estudos de natureza longitudinal com adolescentes e nesse sentido tem uma grande aplicabilidade em termos clínicos, na forma de escutar e de poder pensar os adolescentes em particular, mas também as pessoas em geral, que nos procuram no contexto clínico. É ainda uma âncora para pais que se preocupem com o bem-estar e com o melhor crescimento dos seus filhos adolescentes e será certamente uma ferramenta muito útil para outros técnicos, leitores e curiosos interessados por este tema, porque permite abrir os horizontes do pensamento.