AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA

A avaliação psicológica constitui-se como uma ferramenta essencial para a psicologia no geral e para a clínica em particular, permitindo aceder, para melhor compreender o funcionamento mental, atendendo aos diferentes contextos de intervenção.

Escolar (crianças e adolescentes)

A orientação escolar tem como objetivo fundamental dotar o aluno de ferramentas que lhe possibilitem potenciar as suas aprendizagens escolares, de modo a ser possível investir numa carreira profissional, onde o sucesso possa estar garantido.

Para a realização de uma boa orientação escolar devemos ter em conta o momento do desenvolvimento (bio-psicológico) em que o aluno se encontra, dado que existem questões muito diferentes, por exemplo, na passagem para o 5.º ano ou na passagem para o 10.º ano, ou seja, na entrada para a puberdade ou na adolescência propriamente dita.

Vocacional (adolescentes e jovens)

A Orientação Vocacional consiste na avaliação detalhada das diferentes áreas raciocínio e das áreas de interesse, revelando as que apresentam maior sucesso, relacionando-as como as profissões mais indicadas, permitindo realizar uma escolha mais assertiva, para uma futura carreira profissional de sucesso.

Profissionais (adultos)

As avaliações a profissionais realizam-se nos mais diversos contextos e visam o aprofundamento de determinadas especificidades: para realizar a escolha adequada em função das tarefas a desempenhar ou para potenciar o seu desempenho profissional. Pode ainda ser realizada para dar conta de limitações e/ou de incapacidades quando ocorreu um acidente.

Reforma (adultos)

As avaliações psicológicas para um processo de reforma constituem-se como um elemento fundamental para o seu sucesso, uma vez que designam as incapacidades existentes ao nível cognitivo e emocional.